Eduard Tratt
(1919 - 1944)

Major
ZG1, SKG210, ZG26
350 missões de combate, 38 vitórias (10 na Inglaterra, 3 quadrimotores)
24 tanques e 26 aeronaves destruídas no solo
Morto em ação (22/02/1944)

Conhecidos por terem desenvolvido vários conceitos de aviões antes e durante a guerra, os alemães haviam feito uma alta aposta no desenvolvimento dos chamados Zerstörer (destróier ou caça pesado) - caças bimotores diurnos destinados a varrer os caças defensivos inimigos que aparecessem no caminho dos bombardeiros da Luftwaffe - cujos maiores expoentes foram os Messerschmitt Bf 110 e o Me 410.

Contudo, embora a idéia fosse válida, e tivesse surtido algum sucesso inicial, mostrou-se um desastre à médio prazo, quando estes aviões eram facilmente abatidos pelos modernos, mais ágeis e poderosos caças Spitfires, P-47 Thunderbolt e P-51 Mustang.

Mas tal fato não evitou que vários pilotos acabassem se consagrando como ases dos Zerstörers, e o maior deles foi o Major Eduard Tratt.

Nascido na localidade de Würzburg em 24 de fevereiro de 1919, ele havia concluído seu curso de pilotos no início de 1940, quando juntou-se ao 1./ZG 1 (1º Staffel da Zerstörergeschwader 1), onde participou da Blitzkrieg que assolou a Bélgica, Holanda, Dinamarca e França na primavera daquele ano.

Em julho de 1940, o jovem Leutnant Tratt foi transferido para o 1./EGr. 210 (1. Staffel do Erprobungsgruppe 210). Primeira de seu tipo, essa unidade tinha a tarefa de avaliar a efetividade dos caças-bombardeiros.


(esq-dir): Göring, Beppo Schmid e Hptm. Tratt.

Seus aviões operavam sobre a área do Canal da Mancha para provar que caças também podiam transportar bombas até seus alvos e atingi-los. O EGr. 210 era composto por dois Staffeln de Bf 110C e por um terceiro de Bf 109E.

Contudo, Tratt jamais deixou de lado sua agressividade, tendo travado combates contra os caças adversários da RAF de forma constante. Com isso, ele já havia acumulado doze vitórias até o final de 1940.

Transferido para o I./SKG 210 (Gruppe I da Schnelkampfgeschwader 210) durante a Operação Barbarossa, Tratt serviria com esta unidade durante a campanha da Rússia até o final de 1941.


Transferido para o I./ZG 1, pouco depois o já Oberleutnant Tratt seria, finalmente, condecorado com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro em 12 de abril de 1942, ao alcançar sua 20 vitória confirmada.

Em 1943, já como Hauptmann, Eduard Tratt tornou-se Kommandeur do Erprobungskommando 25 (unidade experimental 25), onde permaneceria até o outono daquele ano, quando passou a Gruppenkommandeur do II./ZG 26, então equipado com os novos Me 410 - sucessores do já obsoleto Me 110 - que atuava na Defesa do Reich.

Lutando, contra as grandes formações de bombardeiros anglo-americanos que destruíam sistematicamente as cidades do Reich, Tratt e seus companheiros viam-se constantemente combatendo contra um inimigo que possuía aviões cada vez mais numerosos e poderosos.

Vencido por um inimigo que era amparado por uma incrível indústria de base, o Hauptmann Tratt foi morto em combate quando interceptava uma formação de bombardeiros aliados na localidade de Nordhausen (Alemanha) em 22 de fevereiro de 1944 - dois dias antes de seu 25º aniversário. À esta altura, ele era o maior ás de Zerstörer da Luftwaffe - distinção que não seria suplantada até o fim da guerra. Em reconhecimen

to aos seus feitos durante a sua breve vida, Eduard Tratt foi, postumamente, condecorado com a Cruz de Cavaleiro com Folhas de Carvalho em 26 de março de 1944.

Eduard Tratt havia voado 350 missões, durante as quais alcançou a marca de 38 vitórias aéreas confirmadas (das quais 13 foram na Frente Russa e três eram quadrimotores), às quais somam-se outras 26 aeronaves e 24 tanques de guerra destruído no solo.

Ficha do Piloto
Unidades:
- Zerstörergeschwader 1  
- Schnelkampfgeschwader 210  
- Zerstörergeschwader 26
- Kommandeur II./ZG 26 (11.10.43 - 22.2.44)
  - Erprobungskommando 25 - Kommandeur (?.43 - )
Aeronaves:
  - Messerschmitt Bf 110
- Messerschmitt Me 410
Campanhas:
  - Blitzkrieg
- Batalha da Inglaterra
- Frente Oriental
- Defesa do Reich
Promoções:
 
Condecorações:
- ??.07.1940 - Cruz de Ferro de 2ª classe
- 20.08.1940 - Cruz de Ferro de 1ª classe
- 12.04.1942 - Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro...................................(448º)
- 25.06.1943 - Cruz Germânica em Ouro...............................................(1/196)
* 26.03.1944 - Folhas de Carvalho da Cruz de Cavaleiro ..........................(437º)
* Em caráter póstumo.


Principais Ases
Principais Aviões