Günther Specht
(1914 - 1945?)

Oberstleutnant
ZG76, JG11
34 vitórias (17 quadrimotores)
Desaparecido em ação (01/01/1945)

Günther Specht nasceu na cidade de Frankenstein, Baixa Silésia, então parte da Alemanha, no dia 13 de novembro de 1914. Tendo ingressado na Luftwaffe em 1935, ele estava servindo com a Zerstörergeschwader 76 (ZG 76) - uma unidade de caças pesados bimotores Bf110 - quando a II Guerra Mundial começou, em setem-bro de 1939.

Atuando como um Leutnant junto ao 3./ZG 76 (3º Staffel da ZG 76), Specht obteve suas primeiras vitórias confirmadas em 29.09.1939, quando abateu dois bombardeiros bimotores Hampden da RAF, pelo que foi agraciado com a Cruz de Ferro de 2ª Classe.

Pouco depois, em 03.12.1939, ele derrubou outro bombardeiro britâni- co, um Wellington, sobre o Mar do Norte. Contudo, o fogo defensivo do avião inglês, feriu gravemente Specht e danificou seu avião de modo que ele teve que fazer um pouso forçado no mar.

Embora tenha subseqüentemente perdido a visão de seu olho esquer-do, Specht não permitiu que esse revés interrompesse sua carreira. Ele recuperou-se a tempo de participar da ofensiva da Blitzkrieg contra a França, em maio de 1940. No dia 23.05.1940, a bordo de seu Bf110, Specht abateu nada menos que três caças Spitfire da RAF (suas 4ª a 6ª vitórias), mas, mais uma vez, seu avião foi atingido, fazendo um pou so forçado entre Calais e Boulogne.

Gravemente ferido nesse encontro - pelo que foi condecorado com a Cruz de Ferro de 1ª Classe -, Specht foi transferido para um posto burocrático dentro da Luftwaffe após sua recuperação. Posteriormente, em 31.10. 1941 ele foi nomeado Gruppenkommandeur do III/Nachtjagdschule 1 (Gruppe III da Escola de Caça Noturna 1), onde permaneceu até 31.10.1942. Mas, no final de 1942, ele finalmente conseguiria retornar para uma unidade de combate. Agora nos comandos de um monomotor Bf 109G e como membro do 10./JG 1 (10º Staffel da Jagdgeschwader 1), Specht abateria seu primeiro quadrimotor - um Boeing B-17 - em 26.02.1943.

Em maio de 1943, o Hauptmann Specht tornou-se Grup-penkommandeur do II/JG 11. À frente dessa unidade ele passaria a enfrentar as grandes formações de bombardei-ros da 8ª Força Aérea dos EUA, que atacavam o território do Reich.

Sua 10ª vitória (outro B-17) veio em 19.05.1943 e, após abater outras duas Fortalezas Voadoras, em 17.08.1943 (suas 15ª e 16ª vítimas), Specht foi agraciado com o Troféu de Honra da Luftwaffe em 23 de agosto de 1943.

Após abater seu 20º adversário em 13.11.1943 (um caça bimotor P-38 Lightning), Specht foi condecorado com a Cruz Germânica em Ouro em 25.11.1943. A despeito da limitação de sua visão, ele chegaria ao fim daquele ano

com um total de 24 vitórias e um dos principais “Viermottöter” (gíria para destruidores de quadrimotores) da Luftwaffe, após abater 14 desses bombardeiros.

Sua 25ª vitória veio em 05.01.1944 (outro P-38 Lightning) mas, em 20.02.1944, foi obrigado a fazer um pouso forçado na ilha dinamarquesa de Aroe em razão de problemas mecânicos com seu Bf 109G. Dois dias mais tarde, após abater um caça P-51 Mustang e outro bombardeiro B-17, Specht alcançou a marca de 30 vitórias. Finalmente, em 08 de abril de 1944, em reconhecimento aos seus feitos, o Major Günther Specht foi condeco-rado com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro.

Em 15.05.1944 Specht foi nomeado Kommodore da JG 11 mas, du-rante um combate em julho daquele ano, ele receberia graves feri-mentos na cabeça durante um pouso forçado. A despeito das dores decorrentes desse acidente, ele abateria outros quatro adversários até o final daquele ano, incluindo dois Typhoon durante um combate em 26.09.1944.

Como parte da desesperada ofensiva das Ardennas, o Alto Coman-do da Luftwaffe planejou a hoje tristemente famosa Operação Boden platte. Como resultado, às 9:00 hs do dia 01.01.1945, um total de quase 800 caças Bf109´s e Fw190´s preparados como caças-bom-bardeiros, decolaram para atacar e destruir as bases aéreas e os aviões aliados estacionados no noroeste da Europa.

A missão como um todo resultou em fracasso sendo que a Luftwaffe perdeu 200 aviões, contra apenas 144 aparelhos aliados destruídos, cuja reposição era muito mais fácil.

Major Specht mostra ao Oberleutnant Sommer e ao Prof. Kurt Tank as marcas de vitórias no leme de seu Fw190. 1944

E, entre os preciosos pilotos desperdiçados, estava Specht. Ele desapareceu em ação durante combates so-bre Asch, na Bélgica, embora se acredite que seu Fw 190D-9 (Werkenummer 205033 “schwarze 4”) tenha sido atingido pelo fogo antiaéreo. Ele foi postumamente recomendado para ser promovido a Oberstleutnant e para receber as Folhas de Carvalho, mas a guerra chegou ao fim antes que ambas as solicitações fossem aprovadas.

Quando de seu desaparecimento, o Major Günther Specht havia alcançado um total de 34 vitórias confirmadas (todas na frente ocidental), dentre as quais incluem-se 17 quadrimotores.



Bf 109G-5/AS - Maj. Günther Specht, Kommandeur II./JG 11 - Ludwigslust/Alemanha - abril, 1944



Vídeo raríssimo, Günther Specht aparece em 01:10 e 01:45


Principais Ases
Principais Aviões