Gustav Schubert
(1916 - 1945)

Oberleutnant
St.G1 e SG1
1.100 missões de combate, 3 vitórias
70 tanques, 2 pontes e 2 lanchas patrulhas
Morto em ação (21/01/1945)

Um dos melhores e mais populares pilotos da Stukageschwader 1, Gustav Schubert nasceu em Königzelt , Silésia (então parte da Alemanha), em 11 de novembro de 1916. Ele iniciou sua carreira militar ao juntar-se à Luftwaffe em outubro de 1935, recebendo seu treinamento como piloto ao longo do ano seguinte.

Após a conclusão de sua instrução, Schubert foi designado para servir como Unteroffizier junto ao I/St.G 1 (Gruppe da Stukageschwader 1), com o qual participou da invasão da Polônia, em setembro de 1939, quando recebeu a Cruz de Ferro de 2ª Classe. Entretanto, ele não participaria da Blitzkrieg, pois foi transferido para uma escola de vôo onde serviu como instrutor.

Schubert somente retornaria à frente de batalha no início da campanha da URSS, em junho de 1941, quando foi integrado ao III/St.G 1. Espe-cializando-se em alvos difíceis e importantes, ele logo se impôs como um dos principais Experten do 8º Staffel. Como conseqüência, ele foi condecorado com a Cruz de ferro de 1ª Classe em setembro de 1941 e com a Cruz Germânica em Ouro em 08.09.1942.

Durante as batalhas do inverno de 1942/43, Schubert distinguiu-se nos combates de Velikye Lukie Orel, onde foi seriamente ferido, passando três meses em recuperação no hospital. Subseqüentemente, ele retor-nou à sua antiga unidade, vendo ação no setor central da frente russa.

Lt. Schubert (esq) junto ao seu Ju 87 Stuka.

Em reconhecimento aos seus feitos, o então Oberfeldwebel Gustav Schubert foi condecorado com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro em 22 de maio de 1943, após concluir 550 missões de combate.

(esq-dir): Gustav Schubert, Werner Panse e ? em 1944.

No início de 1944 Schubert passou a voar junto ao 9./SG 1 (9º Staffel do Schlachtgeschwader 1), sendo promovido a Leutnant e nomeado Staffelkapitän desta unidade no verão daquele ano.

Após concluir o trei namento de transição para o Focke-Wulf Fw190, ele continuou a efetuar inúmeras missões como piloto de assalto no leste e completou sua 1000ª missão de combate em setembro ou outubro de 1944.

Finalmente, em 24 de outubro de 1944, o agora Oberleutnant Gustav Schubert tornou-se o 629º soldado da Wehrmacht a receber das mãos de Hitler as Folhas de Carvalho da Cruz de Cavaleiro, quando já somava 1089 missões.

Schubert foi morto em combate em 21 de janeiro de 1945, próximo a Kroschin, quando, durante um ataque a blindados soviéticos, seu Fw190 foi atingido por um tiro direto de Flak, caindo e incendiando-se no impacto.

Quando de sua morte, o Oberleutnant Gustav Schubert havia completado mais de 1100 missões de combate, ao longo das quais havia obtido três vitórias aéreas e destruído mais de 70 tanques de guerra, duas pontes e duas lanchas patrulhas.


Ficha do Piloto
Unidades:
- Sturzkampfgeschwader 1  
 - Schlachtgeschwader 1 - Staffelkapitän 9./SG 1
Aeronaves:
 - Junkers Ju 87
- Focke-Wulf Fw190
Campanhas:
 - Blitzkrieg
- Frente Oriental
Promoções:
 
Condecorações:
- 21.09.1939 - Cruz de Ferro de 2ª Classe
- 22.09.1941 - Cruz de Ferro de 1ª Classe
- 30.03.1942 - Troféu de Honra
- 08.09.1942 - Cruz Germânica em Ouro (2/105)
- 22.05.1943 - Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro (831.º)
- 24.10.1944 - Folhas de Carvalho da Cruz de Cavaleiro (629.º)

 

Principais Ases
Principais Aviões