Johann Schalk
(1903 - 1987)


Oberst
ZG26, NJG3 e NJG4
163 missões de combate, 15 vitórias (6 na Inglaterra)
Prisioneiro de guerra

Um dos mais importantes pilotos da força de caças pesados (Zerstörer) da Luftwaffe, Johann “Hans” Schalk nasceu em 19 de setembro de 1903, na cidade de Krems, Áustria (então Império Austro-Húngaro). Sua carreira militar começou em 1922, quando ingressou no exército austríaco (Bundesheer), tornando-se piloto militar em 1928, ocasião em que também foi promovido a Leutnant.

Piloto extremamente habilidoso, a partir de agosto de 1935, Schalk assumiu o comando de um Jagdstaffel da diminuta força aérea austríaca e, desde 01.11.1935 passou a comandar o Jagdgruppe 1, consagrando-se, nesse ínterim, como um dos mais experientes pilotos acrobáticos de seu país, com exibições em outros países da Europa.

Após a anexação da Áustria pela Alemanha em março de 1938 (o Anschluss), Schalk foi incorporado como Major à Luftwaffe e, a partir de, 01.08.1938 passou a liderar o IV./JG 134 (Gruppe IV da Jagdgeschwader 134) – unidade que, operando os caças bimotores Messerschmitt Bf 110, foi renomeada III./ZG 26 (Gruppe III da Zerstörergeschwader 26) em 01.05.1939. 

Após a eclosão da II Guerra Mundial, em setembro de 1939, a unidade de Schalk permaneceu em solo alemão, durante a campanha da Polônia. Contudo, durante a campanha da França (maio/junho de 1940) e a subsequente Batalha da Inglaterra (de julho a novembro de 1940), o III./ZG 26 participaria ativamente dos

Schalk em frente a um Bf 110.
combates: as cinco primeiras vitórias de Schalk foram alcançadas durante batalhas aéreas na França e outras quatro foram obtidas já sob o canal da Mancha, contra a RAF.

Em razão de seu sucesso como piloto de caça pesado e pela sua liderança, o Oberstleutnant Hans Schalk foi o primeiro piloto de Zerstörer a receber o Troféu de Honra da Luftwaffe em 21.08.1940 e, finalmente, em 11 de setembro de 1940, a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro, quando somava um total de nove vitórias confirmadas.

Maj. Schalk conversa com Oblt. Theodor Rossiwal, França verão de 1940.

Schalk assumiu o comando, como Geschwaderkommodore, de toda a ZG 26 a partir de 01.10.1940, sucedendo nessa posição ao Oberst Joachim-Friedrich Huth. Seria sob sua liderança que a unidade entrou em combate na campanha dos Bálcãs e invasão da Grécia (abril-maio de 1941), destruindo, em 23.04.1941, nada menos que 61 aviões em bases aéreas gregas, além de aniquilarem várias peças de artilharia antes da operação.

Por sua vez, após a invasão da URSS em 22.06.1941, Schalk liderou seus caças bimotores em sucessos ainda mais retumbantes: a ZG 26 foi creditado com 1.006 aeronaves destruídas no solo, 250 vitórias em combates aéreos, 1.200 caminhões, 120 locomotivas, 40 veículos blindados e 50 peças de artilharia até 15.09.1941.

Em 01.10.1941 Schalk deixou a ZG 26 para assumir o comando da NJG 3 (Nachtjagdgeschwader 3), onde permaneceu até 24.09.1943. Após um curtíssimo período como comandante da NJG 4, em 01.10.1943 o agora Oberst Schalk foi nomeado líder da força de caças responsável para

Baía Alemã (Jagdführer Deutsche Bucht) e, por fim, subcomandante das forças de caça responsáveis pela Defesa do Reich sediadas na Dinamarca, de 21.01.1944 até o fim da guerra.

Tendo executado um total de 163 missões de combate durante a II Guerra Mundial, durante as quais obteve 15 vitórias confirmadas (11 na frente ocidental e quatro na frente oriental), o Oberst Johannes “Hans” Schalk faleceu de causas naturais em Graz, Áustria, em 09 de novembro de 1987, aos 84 anos de idade.

 

Principais Ases
Principais Aviões