Hubert Pölz
(1917 - 1992 ?)

Hauptmann
St.G2, St.G3, SG3, SG151
1.055 missões de combate, 11 vitórias, 76 tanques
Prisioneiro de guerra

Hubert Pölz situa-se entre os melhores e mais bem sucedidos pilotos de bombardeiros de mergulho e apoio terrestre de toda a Luftwaffe. Nascido em Leonstein, Áustria, no dia 24 de janeiro de 1917, ele juntou-se a Força Aérea em 01.10.1938, apenas alguns meses depois da anexação de seu país pelo III Reich.

Tendo freqüentado a Luftkriegsschule 3 (LKS 3) entre abril de 1940 e janeiro de 1941, Pölz foi então designado para servir junto ao 6./St.G 2 “Immelmann” (6º Staffel da Stukageschwader 2). Ele executou suas primeiras missões contra Malta e outros alvos no Mediterrâneo a partir de bases na Sicília em fevereiro de 1941. Pouco depois, foi enviado com sua unidade para o Norte da África, onde atuou em apoio ao Afrika Korps de Rommel, sendo promovido a Leutnant em 12.04.1941.

Pölz permaneceria nesse teatro de operações até 22.12.1941 quando vol-tou a efetuar ataques contra Malta e comboios no Mediterrâneo; nesse ín-terim, em 20.01.1942, sua unidade foi renomeada para 6./St.G 3. Indicado a Staffelkäpitan desse esquadrão em 01.03.1942, ele voltou mais uma vez à África em 15.05.1942, onde permaneceria até abril de 1943. No Medite-rrâneo, Pölz destruiu 10.000 BRT (toneladas brutas) de navios de suprimen tos, fora o afundamento do navio de guerra “Auckland” ao norte de Tobruk (em 24.06.1941).

Condecorado com a Cruz Germânica em 05.10.1942, Pölz foi ferido e aba tido por caças americanos num combate sobre a Tunísia em 03.04.1943. Seu artilheiro de ré, Feldwebel Sepp Jourez foi morto no mesmo combate ao ser metralhado enquanto estava no pára-quedas. Quando do seu retor no na frente de combate, em 18.07.1943, retomou o comando de seu Sta-ffel agora lutando no setor central do front oriental (Orel, Kharkow, Gomel e Bryansk). Ele combateria posteriormente no setor sul (Poltava, Dnyepr petrovsk, Kiev, Criméia, cabeça-de-ponte de Kuban e ataques à frota rus- sa no mar Negro).

Recebendo a Cruz Germânica em 05.10.1942.

Em 06.10.1943, durante os combates no mar Negro, a sudoeste da Criméia, Pölz foi o responsável direto pelo afundamento do destróier soviético “Kharkov”, e dividiu com seu Staffel o crédito pela destruição dos destróie-res “Bespostsady” e “Sposobny” .

Nomeado Staffelkäpitan do 7./St.G 3 (posteriormente renomeado 7./SG 3 - 7º Staffel da Schlachtgeschwader 3), ele completou sua 500ª missão de combate em 11.10.1943. Em reconhecimento por seus feitos, o Leut-nant Hubert Pölz foi finalmente condecorado com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro em 05 de fevereiro de 1944, após 672 missões executadas.

Lt. Hubert Pölz (esq) e Oblt. Bernhard Hamester em 26.11.1941

Transferido para o Stab do I./SG 151 e enviado para o setor da frente russa, o agora Oberleutnant Pölz efe tuou sua 800ª investida em 24.07.1944 em Kurland (Letônia). No dia 22.11.1944 ele completou sua 1000ª missão em um ataque a uma ponte ferroviária a oeste de Mosheiken (Kurland).

Três dias mais tarde, em 25 de novembro de 1944, Hubert Pölz tor-nou-se o 661º soldado da Wehrmacht a receber das mãos de Hitler as Folhas de Carvalho da Cruz de Cavaleiro. Na mesma data, ele foi promovido ao posto de Hauptmann e designado Kommandeur do I./SG 151.

Pölz lideraria essa unidade até o final das hostilidades em 08.05. 1945, quando se rendeu para tropas america-nas. Tendo executado um total de 1055 missões de combate durante a guerra (incluindo 351 com o Focke-Wulf Fw190), ele foi abatido quatro vezes, ferido em três ocasiões e obteve um total de 11 vitórias aéreas a bor do do Würger (todas na Frente Oriental).

No pós-guerra, ele se fixaria na Áustria onde serviu na Reserva da Força Aérea daquele país, construindo de-pois uma carreira bem sucedida na vida civil. Em 07 de janeiro de 1992, enquanto desfrutava de suas férias na Espanha deixou o hotel onde estava hospedado para banhar-se no mar e nunca mais retornou. Somente dez anos mais tarde é que sua família obteve na Justiça a declaração da presunção legal seu falecimento.


Ficha do Piloto
Unidades:
- Sturzkampfgeschwader 2 
 - Sturzkampfgeschwader 3 - Staffelkapitän 6./St.G 3 (01.03.1942)
- Staffelkäpitan 7./St.G 3
 - Schlachtgeschwader 3 
 - Schlachtgeschwader 151 - Kommandeur I./SG 151 (11.44 - 25.4.45)
Aeronaves:
 - Junkers Ju 87
- Focke-Wulf Fw190
Campanhas:
  - Mediterrâneo
- Frente Oriental
Promoções:
 
Condecorações:
- 05.10.1942 - Cruz Germânica em Ouro
- 05.02.1944 - Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro
- 25.11.1944 - Folhas de Carvalho da Cruz de Cavaleiro ..........................(661º)


Principais Ases
Principais Aviões