Frank Neubert
(1915 - 2003)


Hauptmann
St.G2, Sch.G1 e SG101
+350 missões de combate
Prisioneiro de guerra

Frank Neubert nasceu em 28 de setembro de 1915 na cidade de Herrenalb, Floresta Negra (Alemanha). Ele se juntou à Luftwaffe em 1936 e, após concluir seu treinamento de piloto, foi designado para o 1./St.G 2 "Immelmann" (1º Staffel da Stukageschwader 2).

Foi com essa unidade que Neubert estava quando eclodiu a Segunda Guerra Mundial. Na manhã de 01.09. 1939 iniciava-se a Operação "Falls Weiss", código para a invasão da Polônia. Nos primeiros minutos da guerra, Neubert foi incumbido de liderar uma Kette - formação de três bombardeiros - a fim de atacar a base aérea de Krakow.

Mas o tempo estava extremamente encoberto com nuvens densas e as aeronaves se perderam na neblina. Quando a visão tornou-se mais clara, Neubert viu-se sozinho com seu bordfunker Franz Klinger. Minutos depois, ele encontrou um dos Stukas de seu vôo e se dirigiu para a o aeroporto inimigo, despejando suas bombas sobre o alvo. Simultaneamente, Neubert visualizou dois caças poloneses P-24´s se aproximando. Ele viu que um dos caças estava enquadrando o seu ala, o então Leutnant Johannes Brandenburg e decidiu atacar os poloneses.

Neubert disparou duas rajadas contra o primeiro avião, pilotado pelo Capitão Medwecki. A aeronave incendiou-se e se chocou contra o solo. Em seguida, o segundo caça, pilotado pelo Segundo Tenente Wladyslaw Gnys tentou atacar o avião de Brandenburg, mas esse se escondeu nas nuvens e o atacante desistiu do combate.

Os alemães retornaram a base de Nieder-Ellguth, onde o Brandenburg confirmou a vitória de Neubert. Muito provavelmente, esta foi a primeira vitória aérea da Segunda Guerra Mundial, obtida às 5:30h.

Neubert ainda veria combate na França, onde atuou como Staffelführer do 1./St.G 2 a partir de julho de 1940. Depois, sua unidade seguiu para os Bálcãs e, em seguida, dirigiu ataques contra a Ilha de Creta.

Em comba-tes contra os navios britânicos no Golfo de Corinto e na Baía de Suda, o Staffel de Neubert foi responsável pelo afundamento de um navio tanque de 4000 BRT, uma fragata e um destróier, além de danificar outras 13000 BRT.

Por esses feitos e por completar 150 missões, o Oberleutnant Frank Neubert foi condecorado com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro em 24 de junho de 1941. Meses depois, em setembro de 1941, ele foi nomeado Staffelkapitän do 2./St.G 2, agora combatendo nas estepes russas durante a Operação Barbarossa.

Neubert (esq) e Gnys, sessenta anos depois.

Ele se destacaria notavelmente em ataques muitos bem sucedidos contra as posições russas, principalmente no ano de 1942 na batalha de Rupel Pass (Iugoslávia), contra a resistência de Josip Tito.

Em 18.03.1942, Neubert passou a servir como Kommandeur do I./Sturzkampffliegerschule 1 localizada em Wertheim (Main), função desempenhada até 15.10.1942, quando passou a comandar o II./Sch.G. 1 no leste.

Em 30 de janeiro de 1943, o Hauptmann Frank Neubert foi gravemente ferido quando seu Henschel Hs 129B-2 (werknummer 0306) foi abatido pelo fogo antiaéreo russo na localidade de Skurbiy. Depois de ficar cerca de oito meses em recuperação, ele foi transferido para o II./SG 101 onde atuou como Gruppenkommandeur entre 11.10.1943 e 22.02.1945. Em 26.02.1945 ele foi transferido para o Staff do General der Schlachtflieger, onde permaneceu até o final da guerra.

Capturado pelos aliados ocidentais, nos pós-guerra Neubert veio a integrar a Bundesluftwaffe de 02.05.1958 até 28.09.1972, quando se aposentou no posto de Oberstleutnant. Ele passou a desfrutar de sua aposentado-ria na Alemanha, participando de diversos encontros de veteranos, fazendo muitos amigos, dentre eles o Capi-tão Medwecki, sua primeira vítima na guerra. Ele veio a falecer de causas naturais em Gütersloh no dia 13 de dezembro de 2003 aos 88 anos de idade.

Ao longo de sua carreira, Frank Neubert voou cerca de 350 missões de combate, das quais 230 a bordo do Ju87 Stuka.

Principais Ases
Principais Aviões