Heinrich Meyering
(1919 - 2003)


Leutnant
StG2, StG3, St.G8, SG103
972 missões de combate
Prisioneiro de guerra

Heinrich Meyering nasceu em 30 de novembro de 1919 na localidade de Leer, em Ostfriesland (Alemanha) . Logo que ingressou na Luftwaffe, em 31 de julho de 1940, Meyering passou por quase um ano de treinamen-to básico até, finalmente, receber os comandos de seu primeiro Junkers Ju 87 Stuka, em 30 de maio de 1941.

Após deixar a Luftkriegsschulle de Bad Aibling, ele ainda aperfeiçoou suas táticas de vôo nas academias de Landsberg (Lech), Wertheim (Main) e Graz. Só depois de exaustivos treinos que Meyering foi designado para atuar junto ao 3./St.G 2 “Immelmann” (2º Staffel da Stukageschwader 2 “Immelmann”), com a qual decolou pa-ra sua primeira missão em 28 de junho de 1942, na localidade de Okhotchevska (Rússia).

O Front Oriental trouxe novas experiências para o jovem piloto, transformando-o, em muito pouco tempo, em um dos mais experientes e hábeis pilotos de seu esquadrão.

A medida que a guerra prosseguia, Meyering combatia cada vez mais, atacando tanques, pontes, trens, peças de artilharia, veículos de transporte, tropas e prédios ocupados.

Paralelamente seu número de missões diárias também se tornava surpreendente, como ocorreu na Batalha de Stalingrado: no Natal de 1942, ele voou nove missões, no dia seguinte dez, oito em 27 de dezembro e mais oito no dia 28.

Meyering após completer sua 800ª missão, 28.10.1943.

Com o aumento da resistência soviética a partir de 1942, a rotina dos pilotos de Stuka se tornava intensa, co-mo maneira desesperada de conter as tropas de Stalin. Esse quadro refletiu na carreira de Meyering: sua 400ª investida deu-se em 27.12.1942, a 500ª em 16.03.1943 e a 800ª em 28 de outubro do mesmo ano. Quando ele completou a 895ª missão de combate, em 06 de abril de 1944, o então Feldwebel Heinrich Meyering recebeu sua Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro.

Dias após ser condecorado com a Ritterkreuz, Meyering completou sua 900ª missão, em 24 de abril de 1944, quando atacou posições soviéti-cas na cidade de Husi (Romênia).

Com a captura dessa cidade pelas forças germânicas, o 3./SG 2 cons-truiu um aeroporto, a partir do qual o então Leutnant Heinrich Meyering voou suas duas últimas missões naquele front em 08 de junho de 1944.

Pouco depois ele passou a liderar o esquadrão de treinamento SG 103, baseado em Fassberg (Alemanha). Foi nessa posição em que se ren-deu às tropas aliadas no final das hostilidades, em 08 de maio de 1945.

Até essa data, o Leutnant Heinrich Meyering havia voado 972 missões de combate, sendo 950 junto ao seu artilheiro de ré, Willibald Zipfel (também ganhador da Cruz de Cavaleiro). Quando receberam suas Cruzes de Cavaleiro eles se tornaram a única tripulação de oficiais não-comissionados da força de Stukas a receber essa honraria.

Após sua libertação em 1946, Meyering não se juntou à Bundsluftwaffe, preferindo atuar na iniciativa privada. Heinrich Meyering faleceu de causas naturais em 13 de julho de 2003 na Alemanha, aos 83 anos de idade.

Principais Ases
Principais Aviões