Heinz Marquardt
(1922 - 2003)


Oberfeldwebel
JG51
320 missões de combate, 121 vitórias (+ 16 ñ confirmadas, 20 Il-2s)
Prisioneiro de guerra

Heinz "Negus" Marquardt nasceu em 29 de dezembro de 1922 na cidade de Braunsberg, Prússia Oriental, então parte da Alemanha. Tendo mostrado desde muito jovem sua aptidão para o vôo - ainda adolescente já era um piloto de planador qualificado - Marquardt voluntariou-se para serviço na Luftwaffe em 01.04.1940.

Na fase final de seu treinamento, "Negus" serviu, a partir de 01.02.1942, junto ao Einsatzstaffel da Jagflieger- schule 5, efetuando algumas missões operacionais sobre a França ocupada e o Canal da Mancha, em suporte a JG 2 (Jagdgeschwader 2)"Richthofen" e JG 26 "Schlageter". Finalmente, em 01.08.1943 ele foi transferido para a frente russa, sendo designado para servir como Unteroffizier no 11./JG 51 (11º Staffel da JG 51), então sediado em Timminitschi.

Voando como Rottenflieger do Hauptmann Adolf Borchers (ás de 132 vi-tórias e Ritterkreuzträger), Marquardt iria desenvolver suas técnicas de combate solidamente, embora tenha tido um começo lento. Sua primeira vitória viria em 02.10.1943 e seu 10º adversário (um biplano de reconheci mento R-5) tombou em 29.04.1944 e, em 08.06.1944 ele abateu três Il-2 Sturmoviks para chegar à marca de 22 vitórias confirmadas.

Transferido para o 10./JG 51 em 17.06.1944 e condecorado com o Ehren Pokal em 26.07.1944, Marquardt derrubou nada menos que 21 aviões so-viéticos nos combates de agosto daquele ano, elevando seu total para 55 abates, terminando por derrubar seu 60º adversário em 05.09.1944. Por esse feito, ele foi condecorado com a Cruz Germânica em 10.09.1944, pouco depois de ser transferido para o 13./JG 51. Com essa unidade - co mandada pelo Leutnant Peter Kalden (ás de 69 vitórias e ganhador da Cruz de Cavaleiro) - ele derrubaria 25 aviões durante o mês de outubro, incluindo oito vitórias (64ª a 71ª) no dia 07. Finalmente, em 18 de novembro de 1944, o Oberfeldwebel Heinz Marquardt foi agraciado com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro, quando somava 89 vitórias confirmadas.


No início de dezembro de 1944, Marquardt foi temporariamente transferido para o recentemente formado 15./JG 51, retornando à sua antiga unidade somente em abril de 1945. Nesse mês, já nos últimos momentos do III Reich, ele conseguiria derrubar outros 23 adversários à bordo do Fw 190D-9 "Weiss 11" (W.Nr. 213 097), inclusive sua 100ª vitória no dia 14.04.1945. Em 1º de maio de 1945, enquanto liderava uma formação de seis.

Fw 190D-9 (escoltando outros doze Fw 190F-8 de apoio terrestre), sobre o lago Schwerin, Marquardt foi ataca-do por um grupo de seis Spitfire XIV do 41st Squadron da RAF. No combate que se seguiu, ele abateu um dos atacantes (sua 121ª e última vitória), mas foi abatido por outro dos pilotos ingleses

Marquardt saltou de pára-quedas ferido mas, para sua sorte, aterrissou no terreno de um hospital, onde recebeu atendimento médico imediato. Uma semana depois, enquanto ainda estava hospitalizado, a guerra acabou e ele foi feito prisioneiro dos americanos. Transferido mais tarde para um hospital em Göppingen, Marquardt foi por fim libertado em 23.08.1945.

Em 1947 Marquardt emigrou para a suíça, onde se tornou instrutor de vôo. Quando da formação da nova Bundesluftwaffe, em 1956, ele foi readmitido com a patente de Leutnant, chegando a servir como Staffelkapitän da JG 73. Ele se aposentaria em 30.09.1973, com a patente de Oberstleutnant. Mas isso não significou o fim dos seus dias de piloto, já que Marquardt trabalhou, entre 1974 e 1983 na Condor, uma empresa de aviação subsidiária da Lufthansa.

Tendo voado 320 missões de combate durante a II Guerra Mundial, ao longo das quais abateu nada menos que 121 aviões inimigos (todos, à exceção de um, na frente russa), Heinz Marquardt faleceu na cidade de Frankfurt (Alemanha) em 19 de dezembro de 2003, dez dias antes de seu 81º aniversário, após uma breve enfermidade.


Fw 190A-8 - Ofw. Heinz Marquardt, 13./JG 51 - Schmoldow/Alemanha - abril, 1945



Fw 190D-9 - Ofw. Heinz Marquardt, 13./JG 51 - Schmoldow/Alemanha - abril, 1945

 

Principais Ases
Principais Aviões