Anton Mader
(1913 - 1984)

Oberstleutnant
JG2, JG77, JG11 e JG54
86 vitórias (4 quadrimotores)
Prisioneiro de guerra


Anton Mader, um dos mais eficientes líderes da Luftwaffe, nasceu em Castelnuovo, região da Dalmácia (então parte do Império Austro-Húngaro e hoje pertencente à Croácia), em 07 de janeiro de 1913. Tendo iniciado sua carreira militar na pequena Força Aérea austríaca do período entre-guerras, Mader foi integrado à Luftwaffe por ocasião da anexação da Áustria pelo III Reich, em 1938.

Quando a guerra começou, em 1º de setembro de 1939, Mader estava servindo como Leutnant junto ao I./JG 76 (Gruppe I da Jagdgeschwader 76). Com essa unidade ele participou da invasão da Polônia, sendo nomeado Staffelkapitän do 3./JG 76 (3º Staffel da JG 76) em 23.09.1939. Ele permaneceria pouco tempo com essa unidade, pois foi transferido para o Stab da Jagdgeschwader 2 "Richthofen" em 15.02.1940, com o qual obteve suas três primeiras vitórias aéreas durante a Batalha da Inglaterra. Já próximo ao final dessa malfadada campanha, em 02.11.1940, Mader foi designado Staffelkapitän do 1./JG 2.

Sua grande fase como piloto de caça começaria após sua nomeação como Gruppenkommandeur do II./JG 77, em 26.05.1941, o qual lideraria nas estepes da Rússia e no norte da África.

Após o início da invasão da URSS, em junho de 1941, o número de vitórias que Mader obteve diante dos mal treinados pilotos soviéticos aumentou rapidamente: sua 20ª vítima tombou em 20.09.1941 e a 30ª vitória foi alcançada em 19.03.1942. Nesse ínterim, pelos seus feitos, o Hauptmann Mader foi condecorado com o Troféu de Honra da Luftwaffe em 07.10.1941 e com a Cruz Germânica em Ouro em 12.01.1942.

Finalmente, em 15 de julho de 1942, após derrubar um total de 40 aviões inimigos, Anton Mader foi condecorado com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro. Pouco depois, em meados de outubro de 1942, seu Gruppe foi transferido para o Norte da África, onde passou a executar missões de apoio às forças do Deutsche Afrika Korps, do General Erwin Rommel.

O Major Mader permaneceria nesse front até 01.04.1943, quando foi nomeado Kommodore da JG 11, unidade então atuando na Defesa do Reich, contra as formações de bombardeiros da 8ª Força Aérea americana. Nesse novo front, Mader seria um líder extremamente popular e eficiente, derrubando quatro Fortalezas Voadoras e elevando seu total para 68 vitórias confirmadas.

Promovido a Oberstleutnant, em 16.12.1943 Mader retornaria à frente russa ao ser nomeado Kommodore de uma das mais famosas unidades de caça da II Guerra Mundial: a JG 54 "Grünherz".

Liderando-a durante sua retirada para a península de Kurland (Letônia) - onde as forças alemãs resistiriam sitiadas até o fim do conflito -, ele mostrou, mais uma vez, sua faceta de caçador, abatendo seus últi-mos 18 inimigos. Dentre estes, incluem-se três Il-2 no dia 17.07.1944 e outros dois no dia 07.08.1944.

Contudo, Mader teve de ser afastado da liderança da JG 54 em 30.09. 1944, após desenvolver um sério quadro de pneumonia, sendo sucedi-do pelo Oberst Dietrich Hrabak.

Ele não retornaria à uma unidade de combate até o final da guerra, em maio de 1945. Nos anos 50, Mader juntou-se às Forças Armadas aus-tríacas, servindo na Força Aérea, onde atingiu a patente de Brigadier, antes de se aposentar nos anos 70.

Maj. Anton Mader (kommodore da JG54) e Hptm. Franz Eisenach (kammandeur do I./JG 54) à direita, interrogam um prisioneiro russo ferido. Riga final de 1944

Tendo alcançado 86 vitórias durante a guerra (das quais cerca de 15 abates foram na frente Ocidental - incluindo 4 bombardeiros), Anton Mader faleceu em Viena (Áustria) no dia 19 de fevereiro de 1984, aos 71 anos de idade.

 



Bf 109F-4 - Hptm. Anton Mader, Kommandeur II./JG 77 - Staryy Oskol/URSS - setembro, 1942



Fw 190A-6 - Obstlt. Anton Mader, Kommodore JG 54 - Estônia, 1944

 

 

Principais Ases
Principais Aviões