Anton Hübsch
(1918 - 1973)


Oberfeldwebel
St.G2, SG2
1.060 missões de combate, 8 vitórias
120 tanques, 2 navios de transportes e danificou um navio de guerra
Prisioneiro de guerra

Anton “Toni” Hübsch nasceu na cidade de Rottach-Eggern (Alemanha), no dia 16 de março de 1918. Após concluir seu treinamento como piloto de combate, ele foi designado para servir como Unteroffizier com o 2./ St.G 2 “Immelmann” (2º Staffel da Stukageschwader 2) em junho de 1942, permanecendo com essa unidade até o final da guerra, com breves interrupções.

Hübsch tomou parte nas ofensivas de verão de 1942 na frente oriental, em especial no avanço em direção a Stalingrado que resultou na desastrosa derrota do Sexto Exército alemão em fevereiro de 1943. Posteriormen te ele participou com destaque nas subseqüentes batalhas defensivas no setor sul do front russo. Ali “Toni” se tornaria um Expert em destruir tanques inimigos com bombas, completando sua 500ª missão de combate em junho de 1943.

Entre setembro e dezembro de 1943, o Feldwebel Hübsch serviu como instrutor de vôo junto ao Erganzungs-gruppe da SG 2 (Schlachtgeschwader 2) em Agram. Retornando ao front em janeiro de 1944, Hübsch efetuou sua 600ª missão de combate em fevereiro de 1944, a 700ª em abril de 1944e sua 800ª em maio de 1944. No entanto, em 03.07.1944, durante uma missão de ataque a posições inimigas, ele foi gravemente ferido, perma-necendo hospitalizado até setembro de 1944.

Durante o período que permaneceu em recuperação, em 08 de agosto de 1944, o Oberfeldwebel Anton Hübsch foi condecorado com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro, após 860 missões. Em fevereiro de 1945 “Toni” completou sua 1000ª missão de combate a bordo de um Focke-Wulf Fw190, no setor norte do front oriental, decolando de uma base em Rahmel.

Quando a guerra chegou ao fim, em 08.05.1945, Hübsch havia efetuado um total de 1060 missões de combate - incluindo 190 com o Focke-Wulf Fw190 -, das quais 140 durante a batalha de Stalingrado. Ao longo dessas missões, ele obteve oito vitórias aéreas, destruiu mais de 120 tanques de guerra soviéticos (a maioria com bombas), afundou dois navios de transportes de tropas e danificou um navio de guerra.

Anton Hübsch veio a falecer na então Alemanha Ocidental em 31 de outubro de 1973, aos 55 anos de idade.

Principais Ases
Principais Aviões