Werner Haugk
(1912 - 1944)


Leutnant
StG77 e ZG76
~300 missões de combate, 9 vitórias (8 quadrimotores)
Morto em ação (18.10.1944)

Nascido em Geselkirchen, Alemanha, no dia 29 de abril de 1912, e irmão mais velho de Helmut Haugk, também ás e Ritterkreuzträger, Werner Haugk concluiu seu treinamento como piloto de guerra em agosto de 1939, ocasião em que foi designado para servir junto ao 6./St.G. 77 (6º Staffel da Sturzkampfgeschwader 77), equipada com o então temido bombardeiro de mergulho Junkers Ju 87 Stuka.

Com essa unidade ele participaria da Campanha da Blitz krieg - que varreu a França, Holanda e Bélgica na prima-vera de 1940-, da Batalha da Inglaterra (onde sofreram pe sadas baixas) e da invasão dos Bálcãs. No ano seguinte, Haugk ainda lutaria no sul da Rússia durante o início da Operação Barbarossa, e no Mediterrâneo, onde afundou nada menos que 10.000 toneladas brutas (BRT) e um destróier. Pelos seus feitos como piloto de Stuka, Haugk foi condecorado no mesmo dia, 04.05.1942, com o Troféu de Honra da Luftwaffe e com a Cruz Germânica.

Em junho de 1943, com a decadência da força de bom-bardeiros de mergulho, ele foi enviado para a ZG 101 (uni dade de treinamento operacional), a fim de passar por um treinamento de conversão para os caças pesados bimoto

Os irmãos Haugk em 1944, Werner (dir.) e Helmut (esq.).
res Messerschmitt Bf110. Após a conclusão de seu treinamento, Werner foi designado para servir no 4./ZG 76 (4º Staffel da Zerstörergeschwader 76), sob comando de seu irmão Helmut.

Embora tenha sido abatido em suas primeiras missões na Defesa do Reich, em 29.01 e 06.03.1944, Werner Haugk por fim abateu nada menos que oito bombardeiros quadrimotores em nove missões. Transferido para o II/ZG 101 (Gruppe II da ZG 101), o Fahnenjunker-Oberfeldwebel Werner Haugk foi finalmente agraciado com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro em 08 de agosto de 1944. No final de agosto de 1944, ele foi novamente transferido, desta vez para a JG 102.

No entanto, em 18 de outubro de 1944, enquanto estava pilotando um caça monomotor Bf 109G, Werner Haugk foi abatido e morto por um caça britânico sobre Aalborg, Dinamarca. Promovido postumamente à Leutnant, Werner Haugk havia voado mais de 300 missões de combate, ao longo das quais obteve nove vitórias confirmadas na frente ocidental (das quais oito eram quadrimotores).

Principais Ases
Principais Aviões