Anton Hafner
(1918 - 1944)

Oberleutnant
JG51
795 missões de combate, 204 vitórias (5 quadrimotores)
Morto em ação (17/10/1944)



Anton "Toni" Hafner foi o maior ás da Jagdgeschwader 51 "Mölders", durante a II Guerra Mundial, e permanece como o 12º maior ás de todos os tempos. Nascido em 02 de junho de 1918 em Erbach bei Ulm (Wurttemberg), Alemanha, Hafner juntou-se à Luftwaffe em 1939, tendo concluído a Jagdschule em 1941, quando foi designado para o 6./JG 51 (6º Staffel da JG 51), em 23 de fevereiro daquele ano.

A carreira de combate de Hafner iniciou-se com a invasão da União Soviética em junho de 1941, quando sua unidade foi uma das pontas-de-lança do ataque alemão. Embora tenha se concentrado, a princípio em missões de apoio à infantaria, "Toni" conseguiu desenvolver-se como um eficaz piloto de caça Bf 109, sendo condecorado com o Troféu de Honra da Luftwaffe em 27.04.1942, ao superar a marca de 30 aviões abatidos. Pouco depois, ele também receberia a Cruz Germânica em 01.06.1942 e, finalmente, ao alcançar sua 60ª vitória aérea, o então Feldwebel Hafner foi agraciado com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro em 23.08.1942.

Em novembro de 1942 a unidade de Hafner, o II Gruppe da JG 51, foi transferido para a Tunísia, com a finalidade de apoiar as operações alemãs no Mediterrâneo e, em especial o Afrika Korps de Rommel. Contudo, algum tempo depois, Hafner foi ferido em combate em 02.01.1943 e afastado da frente de batalha para recuperação. Em agosto de 1943 ele retornaria à União Soviética, juntando-se ao Stabstaffel da JG 51.

Mas seria durante o ano de 1944 que Anton Hafner teria uma seqüência de sucessos impressionante, tendo várias vitórias múltiplas neste período. Em 11.04.1944, data em que já havia alcançado a marca de 135 vitórias confirmadas, Oberfeldwebel Anton Hafner dirigiu-se ao Quartel-General de Hitler para se tornar o 452º soldado da Wehrmacht a ser condecorado com as Folhas de Carvalho da Cruz de Cavaleiro. Na mesma ocasião, Hafner foi promovido a Leutnant.

Em 15.05.1944 Anton Hafner foi designado Staffelkapitän do 8./JG 51 que, pouco depois, foi redesignado como o 10./JG 51 (10º Staffel da JG 51). Seus êxitos continuariam e Hafner abateria seu 150º avião adversário em 26.06.1944.

Em 17 de outubro de 1944, o já Oberleutnant Anton Hafner possuía em seu currículo 204 vitórias confirmadas. Neste dia, durante um dogfight contra um caça soviético Yakovlev Yak-3 na localidade de Schweizersfelde, Prússia Oriental, Hafner iniciou uma perseguição à baixa altitude; contudo, durante as manobras ele provavelmente calculou mal sua altitude vindo a chocar-se contra algumas árvores. Hafner morreu imediatamente quando seu Bf 109G-6 (o "preto 1" werkenummer 442013) espatifou-se no solo. Foi a última de suas 795 missões de combate.

Bf 109G-2 - Fw. Anton Hafner, 4./JG 51 - El Aouina/Tunísia - dezembro, 1942



Bf 109G-6 - Lt. Anton Hafner, Staffelkapitän 10./JG 51 - Hüttenfelde/Alemanha - outubro, 1944

Ficha do Piloto
Unidades:
- Jagdgeschwader 51 - Staffelkapitän 8./JG 51
Aeronaves:
  - Messerschmitt Bf 109
Campanhas:
  - Frente Oriental
- Mediterrâneo
Promoções:
- 11.04.1944 - Leutnant
Condecorações:
- 27.04.1942 - Troféu de Honra
- 01.06.1942 - Cruz Germânica em ouro
- 23.08.1942 - Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro
- 11.04.1944 - Folhas de Carvalho da Cruz de Cavaleiro ..........................(452º)

(esq-dir): Emil Lang, Günther Schack, Otto Kittel e Anton Hafner recebendo as Folhas de Carvalho na Berghof.

 


Principais Ases
Principais Aviões