Georg-Hermann Greiner
(1920 - 2014)

Hauptmann
NJG 2 e NJG 1
204 missões de combate, 51 vitórias (49 quadrimotores, 4 de dia)
Ferido em acidente aéreo

Nascido em 02 de janeiro de 1920, Georg-Hermann Greiner é originário da cidade de Heidenheim, região de Mittelfranken (Bavária), Alemanha. Com a criação da Luftwaffe por Hermann Göring, o jovem Greiner entrou para a escola de pilotagem em 1º de outubro de 1938 como cadete e qualificou-se como piloto de reconhecimento, de caças pesados e, por fim, de caças noturnos.

Exatamente três anos mais tarde, após terminar seu treinamento, em 1º de outubro de 1941, Leutnant Greiner foi designado para servir junto ao II./NJG 1 (Gruppe II da Nachtjagdgeschwader 1) mas, em janeiro de 1942, ele transferiu-se para o 4./NJG 2 (4º Staffel da NJG 2), sendo promovido a Oberleutnant em 01.04.1942..

Sua primeira vitória viria apenas em 26 de junho daquele ano, o que lhe valeu a sua Cruz de Ferro de 2ª Classe. Esta única marca na cauda de seu Messerschmitt Bf 110 permaneceria por muitos meses, pois só na noite de 6 de outubro ele abateu outra aeronave aliada. Em 07.10.1942 foi transferido para o 11./NJG 1.

Em 23 de novembro de 1942, vendo que seu desempenho como piloto deixava um tanto a desejar, Greiner concordou em rever as instruções das técnicas de caça noturna na Nachtjagdschule 1. Durante este treinamento de reciclagem, ele creditou mais uma vitória (na noite de 25/26 de fevereiro de 1943) e pode retornar ao serviço em maio, servindo no 10./NJG 1.

Schnaufer (esq) e Greiner.

Hptm. Hermann Greiner recebe o tradicional leitão. Ao fundo Ofw. Wilhelm Gänsler.

Até o final de setembro deste ano ele já havia obtido 13 vitórias confirmadas e havia sido condecorado com a Cruz de Ferro de 1ª classe (em 01.06.1943), sendo novamente foi transferido para o I./NJG 1, onde assumiu o comando do Luftbeobachter-Erprobung-staffel em 04 de outubro de 1943. Mas sua passagem nesta unidade de observação foi um tanto breve e, em 02 de dezembro de 1943, ele retornou ao 10./NJG 1. Greiner receberia, ainda, o Troféu de Honra da Luftwaffe em 26.12.1943.

Durante a primavera de 1944, com os ataques diurnos dos bombardei-ros americanos aumentando gradativamente, alguns Gruppen da Força Noturna foram designados para a insana tarefa de interceptar as opera ções da 8ª Força Aérea Americana apoiando os caças diurnos, o que ocasionou a morte de vários ases experientes. Contudo, Greiner teve grande sucesso abatendo quatro quadrimotores durante estas missõ- es diurnas.

A partir de março ele liderou o 11./NJG 1 - quando recebeu sua Cruz Germânica em Ouro, em 29.03.1944 -, derrubando sua 20ª vítima na madrugada de 22/23 de abril e creditando dois outros bombardeiros na noite de 27/28.

Em 27 de julho de 1944, a Wehrmacht lhe conferia a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro e a promoção para Hauptmann. Neste momento, Greiner já contava com 36 vitórias confirmadas. Pouco depois, seria condecorado com o Frontflug-Spange für Nachtjäger in Gold (Clasp de Caça Noturno em Ouro).

Na noite de 12/13 de setembro de 1944, Greiner e seu rádio-operador, Oberfeldwebel Kissing, decolaram de Dortmund para interceptar uma formação de 387 bombardeiros Lancasters da RAF, que se direcionavam para Frankfurt. Poucos minutos depois de decolar, o Bf 110 de Greiner foi atingido pelo fogo de um caça noturno Mosquito. O Oberleutnant Greiner ordenou que Kissing abandonasse o avião. O Oberfeldwebel, gravemente ferido, não conseguiu saltar da aeronave danificada e Greiner voltou para Dortmund com um dos motores em chamas, fazendo um pouso forçado com sucesso. Mas foi em vão, pois seu amigo Kissing não resistiu aos ferimentos, morrendo antes de chegar ao solo. A perda de sua tripulação foi, sem dúvida alguma, um grande choque para Greiner.

Hptm. Hermann Greiner recebe a Cruz de Cavaleiro das mãos de Joseph "Beppo" Schmid (Kommandierender Gen. I. Jagdkorps).

Em 4 de novembro de 1944, Greiner foi designado para atuar na função de Gruppenkommandeur do IV./NJG 1. Em uma missão em 5 de janeiro de 1945, ele derrubou quatro bombardeiros ingleses e em 3 de março ele obteve as que seriam suas três últimas vitórias na guerra (49 a 51).

Weissflog, Schnaufer, Drewes, Sutor, Jabs, Förster, von Bonin, Knickmeyer e, deitado, Greiner.

Na sua próxima missão, no dia seguinte, Hermann Greiner foi novamente abatido, quando pilotava seu Bf 110G-4 (werknummer 160127) sob a localidade de Eifel. Os feri-mentos daí decorrentes o impossibilitaram de retornar à ativa até o final da guerra.

Contudo, antes de terminar o conflito, em 17 de abril de 1945, o então Hauptmann Greiner tornou-se o 840º soldado da Wehrmacht a ser agraciado com as Folhas de Carvalho da Cruz de Cavaleiro.

Após a guerra, em 1957 Greiner voltaria a integrar a Força Aérea Alemã, agora da Alemanha Ocidental, onde permaneceria até 1974, quando foi para a reserva com a

patente de Oberstleutnant. Georg-Hermann Greiner faleceu no dia 26 de setembro de 2014, de causas naturais aos 94 anos de idade em Pflegeheim Bayer, Alemanha. Nas 204 missões de combate que voou pela Luftwaffe, ele abateu nada menos que 51 aeronaves, sendo que 47 foram em incursões noturnas.

Ficha do Piloto
Unidades:
- Nachtjagdgeschwader 2  
- Nachtjagdgeschwader 1 - Staffelkapitän 10./NJG 1 (1.9.43 - 1.3.44)
- Staffelkapitän 11./NJG 1 (1.3.44 - 3.11.44)
- Kommandeur IV./NJG 1 (4.11.44 - 8.5.45)
Aeronaves:
  - Messerschmitt Bf 110
Campanhas:
  - Defesa do Reich
Promoções:
- 01.04.1942 - Oberleutnant
- 27.07.1944 - Hauptmann
Condecorações:
- 26.06.1942 - Cruz de Ferro de 2ª classe
- 01.06.1943 - Cruz de Ferro de 1ª classe
- 26.12.1943 - Troféu de Honra
- 29.03.1944 - Cruz Germânica em ouro
- 27.07.1944 - Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro
- 17.04.1945 - Folhas de Carvalho da Cruz de Cavaleiro (840.º)



Principais Ases
Principais Aviões