Herbert Bauer
(1919 - 1997)

Major
StG2, SG103 e SG2
1.071 missões de combate, 11 vitórias e 51 tanques
Prisioneiro de guerra

Nascido na cidade de Insbruck, Áustria, em 16 de abril de 1919, Herbert Bauer iniciou seu treinamento como piloto na Flugzeugführerschule A/B 2, situada em Magdeburg (Alemanha) em maio de 1940, com a patente de Unteroffizier.

Depois de concluir o treinamento básico, Bauer foi enviado para a Sturzkampffliegerschule 2, localizada em Graz (Áustria). Comissionado como Leutnant, ele foi designado inicialmente para servir junto ao Ergänzungs-
staffel/St.G 2 "Immelmann" (Staffel da Reserva da Stukageschwader 2) em 15.02.1941. Mais tarde, Bauer foi finalmente enviado para uma unidade operacional, o I/St.G 2 (Gruppe I da St.G 2), equipada com os bombardei ros de mergulho Junkers Ju87 Stuka.

Sua primeira missão de combate seria efetuada logo após o início da invasão da URSS, em 07.07.1941, quan-do participou de um ataque na área de Vitebsk. Seria o início de uma carreira muito bem sucedida, construída ao longo de inúmeras missões contra posições inimigas. O Leutnant Bauer seria condecorado com o Ehrenpokal em 08.12.1941 e com a Cruz Germânica em Ouro em 02.04.1942.

Em 24.04.1942 Bauer participou de um ataque bem sucedido contra a frota soviética composta de encouraça-dos e cruzadores ancorada no porto de Kronstadt. Durante esse ataque, embora tenha conseguido atingir várias bombas no encouraçado "Oktjabrskaya Revoluzia" e em outro cruzador, Bauer foi ferido por um tiro de metralhadora antiaérea que atingiu sua mandíbula. Ele teria que permanecer em recuperação por quase um ano somente retornando à frente de batalha em 25.02. 1943.

Pouco após seu retorno à frente de batalha, Bauer foi indicado Staffelkapitän do 3./St.G 2 em junho de 1943 e, em 13.07.1943, ele atingiu a marca de 500 missões de combate, durante um ataque na região de Charkow. Tornando-se um especialista no ataque aos blindados sovié- ticos, o Oberleutnant Herbert Bauer foi finalmente agraciado com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de ferro em 31 de dezembro de 1943, após completar sua 700ª missão de combate. Promovido a Hauptmann em 01.05.1944, Bauer efetuou sua 1000ª missão de combate na região de Husi (Romênia) dois dias depois.

Em 15.06.1944 ele seria retirado da frente de combate ao ser nomeado Gruppenkommandeur do II./SG 103 - uma unidade de treinamento operacional, sediada em Metz-Frescaty, França. Em 30 de setembro de 1944 Herbert Bauer tornou-se o 618º soldado da Wehrmacht a ser agraciado por Hitler com as Folhas de Carvalho da Cruz de Cavaleiro em reconhecimento às suas 1000 missões.

Bauer retornaria à frente de ação em 07.11.1944, quando foi designado para servir como Gruppenkommandeur do I./St.G 2, sendo promovido a Major em 01.03.1945, ocupando essa posição até o final da guerra, em maio de 1945, quando se rendeu às forças britânicas. Até então, Bauer havia sido abatido várias vezes, inclusive uma vez sobre a cabeça-de-ponte de Kuban (em razão do Flak). Em outra ocasião ele foi abatido por caças soviéticos próximo a Stuhlweißenburg, sendo obrigado a saltar do avião.

Walter Linke (esq) e Herbert Bauer

O Major Herbert Bauer efetuou ao longo do conflito 1.071 missões de combate, recebendo o crédito por 11 vitórias aéreas confirmadas (uma no Junkers Ju87 Stuka e o restante com o Focke-Wulf Fw190) e pela destruição de 51 tanques inimigos. Tendo permanecido um civil no pós-guerra, Herbert Bauer faleceu de causas naturais em 24 de março de 1997, aos 77 anos de idade.


Ficha do Piloto
Unidades:
- Sturzkampfgeschwader 2 - Staffelkapitän 3./St.G 2 (6.43 - )
- Schlachtgeschwader 103 - Kommandeur II./SG 103 (15.6.44 - 7.11.44)
  - Schlachtgeschwader 2 - Kommandeur I./SG 2 (7.11.44 - )
Aeronaves:
  - Junkers Ju 87
- Focke-Wulf Fw 190
Campanhas:
  - Frente Oriental
Promoções:
 
Condecorações:
- 08.12.1941 - Troféu de Honra
- 02.04.1942 - Cruz Germânica em ouro
- 31.12.1943 - Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro
- 30.09.1944 - Folhas de Carvalho da Cruz de Cavaleiro (618.º)


Principais Ases
Principais Aviões